A ERV preparou uma lista de recomendações para as viagens ao Brasil por ocasião dos Jogos Olímpicos RIO 2016

 

Para todos os adeptos que se vão deslocar ao Brasil para os Jogos Olímpicos, a ERV elaborou uma lista de recomendações a ter em mente ao viajar para este país.

A título de recomendação geral, como é habitual em eventos deste tipo que implicam a movimentação de um grande número de pessoas, os turistas devem tomar precauções especiais para evitar estarem envolvidos em incidentes que possam ocorrer em aglomerações ou celebrações após as provas. Além disso, é necessário estar especialmente atento e manter-se alerta para evitar ser “alvo” de possíveis roubos nas aglomerações.

Em relação à segurança, como o Ministério dos Negócios Estrangeiros indica nas suas recomendações de viagem a este destino, nos últimos meses registou-se um aumento dos índices de criminalidade em todo o país, especialmente em Brasília, São Paulo e Salvador da Bahia. Embora não se deva ser alarmista neste aspeto, recomendamos extrema cautela nas visitas às zonas mais distantes da cidade, evitando caminhar em áreas pouco povoadas, escuras ou zonas de “favelas”.

Quanto às recomendações de saúde, a ERV, à semelhança do próprio Ministério dos Negócios Estrangeiros, aconselha a que as viagens para o Brasil sejam efetuadas com um seguro de viagem que cubra a assistência no país, já que os hospitais públicos proporcionarão um tratamento inicial, que poderá ser mais rápido e completo num estabelecimento de saúde privado se o turista dispuser de um seguro de viagem com assistência de saúde. Além disso, os turistas devem certificar-se de que o seu boletim de vacinas está atualizado com as vacinas necessárias. Dependendo do destino de onde os turistas procedam, à sua entrada no país pode ser-lhes exigido um certificado de vacinação contra a Febre Amarela, a Hepatite A ou a Malária. No caso dos turistas portugueses, não é necessário apresentar qualquer documento à entrada no país, se não tiverem viajado para nenhum dos países considerados de risco nos 90 dias anteriores.

Para os turistas que já tenham contratado um seguro de viagem é aconselhável deslocarem-se pela cidade e para os eventos desportivos, com o número de telefone da assistência da sua companhia de seguros, que no caso da ERV Portugal é +351 211 206 286.

Na ERV, a única companhia do nosso país especializada exclusivamente em seguros de viagem, queremos lembrar a todas as pessoas que tenham contratado um dos nossos seguros, que a nossa plataforma de assistência no Brasil, em São Paulo, possui o conhecimento máximo sobre os serviços locais e a melhor rede de prestadores de serviços médicos em todo o país.

Em suma, quem tenciona viajar para o país deve tomar nota de algumas recomendações gerais:

  • Devido ao risco de possíveis carteiristas nos locais de celebração ou onde existam multidões, evitar andar com dinheiro em numerário ou cartões. Nas cidades maiores e mais turísticas, existe o risco de roubos e assaltos, que podem envolver violência física. Convém tomar precauções e evitar andar com objetos de valor como joias ou máquinas fotográficas.
  • É mais seguro viajar em grupo. O mais adequado é deslocar-se e fazer excursões sem se afastar do grupo.
  • Evitar utilizar as caixas multibanco da rua. Optar pelas que se encontrem no interior de bancos, zonas comerciais ou hotéis.
  • É aconselhável não utilizar os transportes públicos depois de escurecer. É mais seguro viajar de táxi. Os viajantes devem ter o cuidado de utilizar um táxi oficial e evitar fazê-lo sozinhos
  • Em geral, este tipo de eventos desportivos é seguido de celebrações em que a ingestão de álcool pode ser excessiva. Limitar o consumo de álcool e não conduzir após a celebração é uma das recomendações mais importantes.
  • Não caminhar sozinho/a de noite nem na praia. Evitar passar por zonas ou ruas isoladas.
  • É aconselhável escolher hotéis em zonas centrais e seguras.
  • Manter-se alerta em relação a possíveis fraudes e trocar moeda em estabelecimentos de câmbio oficiais
  • Deixar a documentação original, como o cartão de identidade ou o passaporte, no cofre do hotel. Ter à mão uma cópia para se identificar.
  • Na deslocação para o aeroporto, sair com antecedência suficiente, pois há trajetos que podem estar muito congestionados.

Boa viagem!